Técnicas para a operação segura com motosserras

Técnicas para a operação segura com motosserras

As motosserras são essenciais no processamento de madeiras destinadas a reformas e construções rurais (currais, pontes, depósitos de sal, cochos), na produção de lenha (utilizada na geração de energia, caldeiras e secadores de grãos) e para o manejo de florestas plantadas. É importante que os usuários tenham alguns cuidados com o equipamento para obter um melhor rendimento do produto e a garantia de segurança.

“Toda ferramenta precisa de cuidados e manutenção para que continue funcionando adequadamente. Na maioria das ocasiões, o usuário poderá realizá-la intuitivamente seguindo orientações de manuais, mas, em alguns casos, ele precisará de auxílio técnico”, afirma Juliana Furtado, gerente de marketing da Husqvarna para a América Latina. Vale lembrar também que alguns modelos já contam com tecnologias econômicas, capazes de reduzir o consumo de combustível e emitir menos poluentes, o que minimiza impactos no meio ambiente.

A motosserra possui uma condição de vida útil e desgaste natural de peças. Para a desmontagem do motor ou a descarbonização da máquina, é necessário a ajuda de assistência técnica. Durante a revisão geral do equipamento, é importante que alguns itens sejam verificados. São eles: pistão, anéis, rolamentos, virabrequim, janela de escape, escapamento, câmara de combustão e vela de ignição.

Portanto, antes de colocar em funcionamento a motosserra, confira algumas dicas de manutenção e sugestões elaboradas por especialistas que podem ajudar o profissional a fazer um uso seguro dela, obter melhor rendimento e evitar acidentes:

ANTES DE OPERAR

· Verifique se todos os componentes do controle do acelerador estão operando de forma segura (trava do acelerador, alavanca e trava de partida);

· Limpe o freio de corrente e verifique seu funcionamento de acordo com as instruções no manual. Limpe também o filtro de ar e o substitua, se necessário, verificando danos e furos com a utilização de água e sabão neutro;

· Verifique o funcionamento da bomba de óleo para assegurar que a barra e a corrente recebam a lubrificação adequada;

· Verifique a tampa e a corda de partida contra danos e desgastes. Limpe as arestas da entrada de ar na tampa de partida. Além disso, reaperte parafusos ou a porca na carcaça;

· Por fim, teste a chave de parada da máquina para garantir um desligamento seguro.

EM OPERAÇÃO

1) O uso de equipamentos de segurança é indispensável. Os EPIs (equipamentos de proteção individuais) são fundamentais para evitar acidentes. É imprescindível o uso de calça de motosserrista, capacete, protetores auriculares, viseira, luvas e botas antiderrapantes;

2) Sempre utilize os dispositivos de segurança da própria motosserra. Em geral, essas máquinas contam com travas do acelerador e amortecedores que ajudam em seu controle;

3) Muita atenção no transporte da motosserra. Quando isso ocorrer manualmente e em terrenos planos, o sabre deve apontar para trás, e em declives, para a frente. Utilize ainda a capa protetora do conjunto de corte;

4) Evite vibrações que prejudicam o desempenho da máquina – para isso, faça a afiação correta da corrente e sempre mantenha o conjunto de corte em boas condições;

5) Atenção no abastecimento do combustível! Como o principal problema é o derrame da gasolina ou do óleo lubrificante, o operador deve redobrar o cuidado nessa tarefa;

6) Opte por motosserras com sistema X-TORQ®. Essa tecnologia é responsável pela diminuição dos níveis de emissão de poluentes em até 60% e economia de até 20% de combustível. Ela está presente em modelos que são ideais para fazer podas de pequenas árvores, galhos, pomares, corte de lenha, construção de cercas, arborização ou jardinagem.

Lembre-se!

– Nunca se deve deixar o combustível (parado) na motosserra por mais de quinze dias.

– A mistura correta do óleo na motosserra é a seguinte: 40 mililitros de óleo mineral para motores de dois tempos para cada litro de gasolina. Sempre veja a indicação do manual. Caso tenha dificuldade para encontrar um recipiente com esse volume, tenha como referência os copinhos brancos descartáveis para tomar café. Eles possuem exatamente 40 mililitros.

– Nunca mude a marca do óleo. Procure sempre usar o mesmo tipo desde o princípio.

– Para a corrente da motosserra, use óleo mineral para motores de quatro tempos. O uso de óleo queimado para esse componente causa danos.

– Uma motosserra para cortar árvores deve ser de 38 cilindradas ou mais. Abaixo dessa potência, somente para cortar lenha e realizar trabalhos leves. Uma eletrosserra (motosserra elétrica), por exemplo, é indicada só para pequenos cortes.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comunicado: Estamos de mudança! Neste período os contatos podem ser feitos através dos telefones (31) 99514-7982 / (31)98409-7307 ou pelo whatsapp (31) 98845-1701. Na segunda-feira retomaremos as atividades no novo endereço: Rua Almirante Alexandrino, 125 - Gutierrez