Saiba como obter a melhor produtividade das acabadoras de pisos

Saiba como obter a melhor produtividade das acabadoras de pisos

As acabadoras de pisos são utilizadas em pavimentos de concreto ou piso argamassado epóxi, na etapa de acabamento da obra. Conhecidas também como alisadoras de concreto, elas entram em ação após o concreto ter sido lançado e nivelado com régua vibratória e nível laser na altura especificada em projeto.

São subdivididas em dois modelos: simples, com um jogo de lâmina, na qual o operador fica posicionado atrás, empurrando o equipamento para alisar o piso; e a versão dupla, com dois jogos de lâmina, sendo que o operador fica sentado sobre a máquina pilotando os movimentos.

No momento em que a acabadora desliza sobre o concreto, vem à tona uma espécie de nata (água), e as britas que compõem o pavimento afundam. Na primeira aplicação da acabadora é utilizado o disco de flotação para alisadora de concreto, que deve ser passado de duas a três vezes sobre a superfície, até a nata parar de subir. Em seguida, é passada uma lâmina combinada para alisadora de concreto com 5 graus de regulagem para selar os poros do concreto e deixar o piso pronto para a etapa seguinte.

“Muitos empreiteiros preferem pular esse passo, porque não querem ter trabalho de desparafusar a lâmina de acabamento, que permanece fixa na alisadora, e parafusá-lo novamente para terminar o serviço”, revela Adriano Mari, diretor da Finiti.

ACABAMENTO

No próximo passo, a acabadora é utilizada com a lâmina de acabamento, para dar brilho no piso. Ela deve ser passada três vezes, utilizando regulagem de 5 graus na primeira passada, 10 graus na segunda e 15 graus na terceira. “A velocidade da máquina tem de ser aumentada quando estiver com 15 graus”, recomenda Mari.

De acordo com ele, quanto mais pesada for a alisadora de concreto, mais eficiente será o trabalho. “No Brasil, a máquina de maior porte possui aproximadamente 36 polegadas. Mas uma máquina de 46 polegadas tem um peso considerável e, quando utilizada com disco de flotação, faz um trabalho bem eficiente”, informa. Essas máquinas mais encorpadas são ideais para trabalhos onde o piso está muito seco, com a nata difícil de emergir, ou tenha passado do ponto de ser alisado.

Para Adriano Mari, cada concreto tem um momento de cura estabelecido pelas condições climáticas. Para conhecê-lo, basta apoiar a mão sobre ele. Se ficar marcado, mas não afundar, é hora de usar as acabadoras de pisos. Se algumas partes do concreto ficarem um pouco amolecidas, elas afundam e formam pequenas poças conhecidas como ‘borrachudos’. Para evitar isso, é utilizado um acessório chamado rodo de corte para concreto para tosquiar o piso e acertar o ponto onde formou essa poça.

MODELOS

O custo das acabadoras duplas é elevado em relação às máquinas menores. Elas são próprias para trabalhar em pisos de grande porte, mas os empreiteiros preferem adquirir acabadoras menores e otimizá-las em maior variedade de pisos

Adriano Mari

As acabadoras de pisos duplas operam com dois jogos de lâminas e equivalem a duas máquinas de 36 polegadas. Elas são práticas por utilizar pouca mão de obra, exercer forte pressão de peso sobre o piso e o operador fica sentado executando os comandos sobre o equipamento. “Contudo, o custo das acabadoras duplas é elevado em relação às máquinas menores. Elas são próprias para trabalhar em pisos de grande porte, mas os empreiteiros preferem adquirir acabadoras menores e otimizá-las em maior variedade de pisos”, explica Mari.

Existem também as acabadoras de piso de concreto de 24 polegadas utilizadas para fazer cantos de paredes. Compactas, possuem aro na roda que gira quando encosta na parede, por isso são recomendadas para dar uniformidade na qualidade do piso. “Se os cantos forem feitos manualmente, fica nítida a má qualidade do acabamento”, diz Mari. No geral, as acabadoras mais leves são utilizadas enquanto o concreto ainda está úmido, e as mais pesadas, quando ele está um pouco mais curado.

Marcelo Mariotto, gerente de vendas da Wacker Neuson Brasil, recomenda que as acabadoras mais leves sejam utilizadas na fabricação de pisos de pequeno porte, como em postos de gasolina e galpões pequenos. “Os grandes galpões requerem planicidade, por isso necessitam de acabadoras de pisos duplas, que são mais produtivas e dão melhor acabamento no piso”, explica.

Para melhor qualidade na produção de um piso de concreto armado é preciso seguir as etapas de nivelamento e vibração do concreto, realizando uma operação correta das alisadoras

Marcelo Mariotto

“Para melhor qualidade na produção de um piso de concreto armado é preciso seguir as etapas de nivelamento e vibração do concreto, realizando uma operação correta das alisadoras. Os operadores devem ser treinados, porque se não souberem a hora correta nem como utilizar a máquina podem causar grandes danos no piso”, arremata Mariotto.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BASE SETEMBRO/2020 - VALORES DE REFERÊNCIA PARA LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOShttps://sindileq.org.br/wp-content/uploads/2020/09/SUGESTAO-DE-PRECOS-BASE-SET2020.pdf