Parceiras público-privadas contribuem para investimentos efetivos na infraestrutura dos municípios no Brasil

Frente Nacional de Prefeitos e Radar PPP promovem palestra sobre os desafios para elaboração das PPPs pelas cidades.

Nos últimos anos, as prefeituras de todo o país têm ampliado seus investimentos para melhorar a infraestrutura de suas cidades, a fim de proporcionar mais qualidade de vida à população. São aportes financeiros em diversas áreas, incluindo mobilidade urbana, lazer, saúde, educação e moradia.

Uma das modalidade de contrato que as prefeituras e os estados vêm usando para que os projetos de infraestrutura urbana saiam do papel é a Parceria Público-Privada (PPP) que, além de gerar economia para a gestão pública, ainda permite que o Estado possa investir em obras, mesmo com a atual situação econômica vivida pelo país. As PPPs possibilitam ao gestor público a contratação de uma empresa privada especializada naquele segmento de atuação, garantindo a qualidade da execução do projeto e efetuando pagamentos em longo prazo, de acordo com os contratos que variam entre cinco e 35 anos de vigência.

Para abordar esse assunto de maneira mais detalhada, Paulo Miotta, coordenador de projetos e articulação institucional da FNP – Frente Nacional de Prefeitos, e Rodrigo Reis, sócio-fundador da Radar PPP, proferem uma palestra no dia 16 de junho, durante o Construction Summit 2016. Para se inscrever, basta acessar o site oficial: http://www.constructionsummit.com.br/.

Segundo Miotta, a apresentação focará nos desafios para a elaboração de PPPs e em como organizar a disseminação do conhecimento sobre as parcerias público-privadas, fornecendo suporte na elaboração e a importância da estrutura organizacional das prefeituras. “A participação da iniciativa privada tem uma contribuição significativa para área de infraestrutura urbana. Mas, ressalto que o planejamento das cidades e bons projetos são fundamentais para o avanço de investimentos. Muitos são os entraves e os desafios nesse sentido”, destaca.

Além disso, para Miotta, ainda há muito o que se fazer em termos de melhoria e investimento em infraestrutura urbana, em decorrência da forte demanda da população e da sociedade. “Por isso, é importante disseminar o conhecimento e debater os desafios sobre os temas relacionados às PPPs”, avalia. “A FNP como entidade que representa os municípios mais populosos do país tem a satisfação de participar do Construction Summit, pois o tema da infraestrutura urbana é de grande relevância para as Cidades. E o conhecimento de novas tecnologias e inovações são fundamentais para o desenvolvimento urbano dos municípios. Em relação ao Radar PPP, sua contribuição é significativa para o conhecimento sobre o tema das PPPs”.

Construction Summit

O Construction Summit será realizado nos dias 15 e 16 de junho, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, em São Paulo. O evento terá o Seminário “Cidades em Movimento”, organizado pela Sobratema – Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração e o WRI BrasilCidades Sustentáveis, que contará com dois painéis que irão discutir “Tecnologia e Financiamento para Infraestrutura e Serviços” e “Mobilidade, Acessibilidade e Desenvolvimento Urbano”.

O evento contará ainda com os Seminários Técnicos da Construção, com a participação de importantes entidades setoriais nacionais e internacionais da cadeia produtiva da construção. Entre as entidades confirmadas estão a Abcem – Associação Brasileira da Construção Metálica, Abcic – Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto, Abendi – Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos e Inspeção, Abramat – Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção, Abridef – Associação Brasileira das Indústrias de Revendedores de Serviços para Pessoas com Deficiência, Analoc – Associação Brasileira dos Sindicatos, Associações e Representantes dos Locadores de Equipamentos, Máquinas e Ferramentas, CBCA – Centro Brasileiro da Construção em Aço, Drywall – Associação Brasileira do Drywall, Fundação Carlos Alberto Vanzolini, IABr – Instituto Aço Brasil, ITS – Instituto de Tecnologia Social, e Sinaenco – Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva.

Também estão confirmadas as participações da Consultoria NGI – Núcleo de Gestão e Inovação, ITA – Instituto Tecnológico de Aeronáutica, Inovatech Engenharia, e Escritório Comercial do Peru no Brasil, além da WOC – World of Concrete que apresentará tecnologias de concreto utilizadas em obras civis internacionais chaves, demonstrando como a aplicação de pesquisas de materiais, estudos de eficiência de empreiteiras e novos desenvolvimentos tecnológicos contribuem para a construção.

O Construction Summit 2016 terá ainda uma área para mostras, que trazem conteúdo técnico e especializado sobre os dois temas centrais dos seminários. Destaque para o Mostra VivaCidade,Exposição Cidades em Movimento, Mostra Light Steel Frame, Encontro das Start-ups da Construção,Mostra da Sustentabilidade e Mostra Produtividade e Industrialização.

Serviço:

Construction Summit 2016
Data: 15 e 16 de junho
Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center – Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – Água Funda – São Paulo/SP

Informações: www.constructionsummit.com.br

Fonte: Portal do Locador

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BASE SETEMBRO/2020 - VALORES DE REFERÊNCIA PARA LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOShttps://sindileq.org.br/wp-content/uploads/2020/09/SUGESTAO-DE-PRECOS-BASE-SET2020.pdf