Manutenção prolonga vida útil de equipamentos de jardinagem

Manutenção prolonga vida útil de equipamentos de jardinagem

Motosserras, roçadeiras, cortadores de grama robóticos e tratores de jardim, equipamentos atualmente utilizados no manejo de áreas verdes, aumentam produtividade para quem trabalha no setor de jardinagem. Mas para garantir desempenho contínuo, usuários precisam realizar manutenção preventiva com frequência, o que melhora consideravelmente o rendimento do produto e segurança do operador.

Para Marcelo Ferreira Starleing, sócio-diretor da Jardineira, empresa sediada em Ribeirão Preto (SP), os tanques de armazenamento de gasolina das roçadeiras devem ser esvaziados ao término do trabalho diário. Possíveis sobras podem abastecê-los para reutilização no dia seguinte.

“Se esse combustível ficar dentro do sistema, forma uma crosta nas mangueiras e nos cilindros. Isso causa carbonização do equipamento, baixa a potência e aumenta o consumo de combustível”, diz ele. “Não importa o quanto uma roçadeira seja potente. Se o usuário não tiver cuidado, pode carboniza-la a cada três meses. Essas máquinas possuem motor de dois tempos e não contam com um reservatório de óleo lubrificante, portanto é feita a mistura do óleo junto com a gasolina”, completa.

EQUIPAMENTOS DESREGULADOS INTERFEREM NA PRODUTIVIDADE

O consultor técnico de produtos da sueca Husqvarna, Paulo Figueiredo, ressalta que algumas pessoas não têm cuidados básicos com as máquinas antes de iniciar os trabalhos. Isso é um grande erro, pois um equipamento desregulado interfere na produtividade e, em alguns casos, resulta até mesmo na perda total do produto.

“Toda ferramenta precisa de cuidados e manutenção para funcionar adequadamente”, enfatiza Paulo. “Se o equipamento já foi utilizado em longas jornadas de trabalho, recomendamos que seja levado a uma rede autorizada para que a revisão seja feita por profissionais técnicos capacitados”, orienta o consultor.

O diretor da Baldini Gomes e Silva, empresa também sediada em Ribeirão Preto, recomenda que os equipamentos sejam engraxados uma vez na semana, de preferência toda segunda-feira pela manhã antes de começar a trabalhar. “Nas máquinas aparadoras de cerca viva, por exemplo, ficam resíduos nas lâminas. Sendo assim, é recomendável usar desengripante para evitar ferrugem”, diz o diretor da Baldini.

“Utilizamos as roçadeiras todos os dias e trocamos a gasolina. Usuários que trabalham com esse equipamento só uma vez por semana devem esvaziar o tanque para evitar a carbonização do sistema devido ao acúmulo de óleo no fundo, e sempre que for utilizar precisa agitar o tanque de combustível para garantir uma mistura homogênea”, aconselha o diretor, acrescentando que não deve ser utilizada gasolina aditivada.

Paulo Figueiredo, consultor da Husqvarna, lista abaixo alguns cuidados básicos a serem tomados pelos usuários dos equipamentos:

APARADORES DE GRAMA E ROÇADEIRAS

  • Verifique a existência de resíduos de combustível das temporadas passadas e descarte-os em local seguro e passível de coleta;
  • Se o filtro de ar for de feltro ou espuma, realize a limpeza com água e sabão. No caso de filtros em papelão, tipo automotivo, realize a troca ao identificar sinais de obstrução;
  • Realize a substituição do filtro de combustível;
  • Avalie a folga entre os eletrodos da vela. Ela deve ser de aproximadamente 0,5 mm. Em caso de acúmulo de carvão, faça a limpeza. Se existir sinais de corrosão, a vela deverá ser substituída;
  • Lubrifique a caixa de transmissão e verifique possíveis trincas na lâmina. Se for necessário, faça a afiação. Caso utilize fio de náilon, verifique se há quantidade suficiente de fio no conjunto de corte.

CORTADORES DE GRAMA E TRATORES CORTADORES DE GRAMA

  • Verifique a existência de resíduos de combustível das temporadas passadas e descarte-os em local seguro e passível de coleta;
  • Realize a troca de óleo do motor, utilizando sempre produtos recomendados pelo fabricante. Fique atento à quantidade correta para cada equipamento;
  • Caso o filtro de ar for de feltro ou de espuma, a limpeza deve ser feita com água e sabão. No caso de filtros em papelão, tipo automotivo, realize a troca se houver sinais de obstrução;
  • Faça a substituição do filtro de combustível;
  • Observe a folga entre os eletrodos da vela, ela deve ser de aproximadamente 0,5 mm. Em caso de acúmulo de carvão, faça a limpeza. Se existirem sinais de corrosão, a vela deverá ser substituída;
  • Avalie o conjunto de corte e verifique possíveis trincas na lâmina e, caso for necessário, faça a afiação. Em máquinas com dispositivo de tração, limpe a correia de tração ou substitua em caso de desgaste.
  • Lubrifique todos os pontos do equipamento com bicos de aplicação de graxa.

MOTOSSERRAS

  • Verifique se todos os componentes do controle do acelerador estão operando de forma segura (trava do acelerador, alavanca e a trava de partida);
  • Limpe o freio de corrente e verifique seu funcionamento de acordo com as instruções no manual. Limpe também o filtro de ar e substitua, se necessário, verificando danos e furos com a utilização de água e sabão neutro;
  • Verifique o funcionamento da bomba de óleo para assegurar que a barra e a corrente estejam recebendo lubrificação adequada;
  • Verifique a tampa e a corda de partida contra danos e desgastes. Limpe as arestas da entrada de ar na tampa de partida. Além disso, reaperte parafusos ou porca na carcaça;
  • A fim de garantir um desligamento seguro, teste a chave de parada da máquina.

Fonte: Portal dos Equipamentos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BASE SETEMBRO/2020 - VALORES DE REFERÊNCIA PARA LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOShttps://sindileq.org.br/wp-content/uploads/2020/09/SUGESTAO-DE-PRECOS-BASE-SET2020.pdf