Entenda a importância de gestão de riscos e compliance para sua empresa

Entenda a importância de gestão de riscos e compliance para sua empresa

Durante qualquer condução de atividades, empresas estão sujeitas a uma série de problemas. Para saber lidar com essas situações, um caminho correto a seguir são as metodologias de gestão, especialmente gestão de riscos e compliance.

Mesmo que sejam fatores muito importantes em uma gestão de negócios, gestão de riscos e compliance são processos que passam despercebidos dentro de muitas empresas. Mas se você deseja otimizar processos internos e diminuir riscos de perdas, então é necessário entender como eles relacionam e como contribuem com o crescimento da empresa.

O que é compliance?

O termo compliance significa “estar em conformidade com”. É usado principalmente ao se referir ao setor da empresa ou as medidas para garantir o cumprimento de normas e obrigações por parte da equipe. Isso se aplica tanto a legislação vigente quanto as normas internas do seu negócio. Seguindo essas normas, a expectativa é que vários processos se tornem eficientes e assim, permitindo uma gestão mais produtiva.

O que é gestão de riscos?

De modo geral, a gestão de riscos é uma das principais características do trabalho de compliance. Existem várias normas internas e externas nas empresas que ajudam a reduzir riscos comuns. Regras de segurança ocupacional, evitar multas, melhorar o desempenho diário e outras estão inclusas nesses riscos.

Esse tema é muito complexo, pois existem várias maneiras do que pode ser feito para amenizar determinados riscos. E o trabalho de compliance é feito exatamente para entender ações e garantir que elas sejam cumpridas.

Se você entendeu a relação entre os dois termos e como eles influenciam o desempenho da sua empresa, podemos citar alguns exemplos:

Antecipação de problemas: compliance e gestão de riscos baseiam-se em informações na previsão de problemas. Se você souber os riscos ao seu negócio, você com certeza irá resolve-los com mais rapidez.

Planos para minimizar problemas de conformidade: toda empresa tem um propósito em seguir normas, seja de segurança ou de eficiência. Dessa forma, investir em ações que vão garantir que normas sejam seguidas é um bom investimento.

Revisão e aprimoramento constante das regras internas: é sempre bom lembrar que algumas normas, às vezes, precisam de uma revisão ou leis são alteradas com o tempo. Assim, o setor de compliance deve sempre acompanhar e garantir a melhor implementação no negócio.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BASE SETEMBRO/2020 - VALORES DE REFERÊNCIA PARA LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOShttps://sindileq.org.br/wp-content/uploads/2020/09/SUGESTAO-DE-PRECOS-BASE-SET2020.pdf