Geradores monofásicos, bifásicos e trifásicos: qual é a diferença?

Geradores monofásicos, bifásicos e trifásicos: qual é a diferença?

Entenda agora as principais diferenças entre os tipos de fornecimento de energia e saiba como escolher o gerador ideal para suas necessidades!

Geradores são equipamentos que têm a função de transformar a energia mecânica, química, solar ou de qualquer outra natureza em energia elétrica. Os geradores podem fornecer energia em três sistemas diferentes: monofásicos, bifásicos e trifásicos. Os sistemas de fornecimento de energia são definidos pela concessionária de energia, de acordo com a potência consumida pela instalação. Para cada sistema existem geradores compatíveis para fornecimento de energia. Conheça-os abaixo:   

Sistemas monofásicos

A característica desse monofásico é sua composição de 2 fios: um fio de fase e um fio de neutro. Esse sistema permite o fornecimento de apenas um valor tensão para carga, que é medida pelo diferencial de potencial entre a fase e o neutro.

Sistemas bifásicos

A característica principal desse sistema bifásico é sua composição de 3 fios: dois fios de fase e um fio de neutro. Esse sistema permite o fornecimento de dois valores de tensão para carga, que é medida pelo diferencial de potencial entre a fase e o neutro e pelo diferencial de potencial entre as duas fases. No sistema bifásico a relação de tensão entre fase e neutro corresponde a 50% da tensão de fase/fase. Esse sistema pode ser utilizado sem neutro acessível. 

Sistemas trifásicos

Normalmente, o sistema trifásico é composto de 4 fios: três fases e um neutro. Esse sistema também permite o fornecimento de dois valores de tensão para carga, que é medida pelo diferencial de potencial entre a fase e o neutro e entre fase/fase. No sistema trifásico, a relação de tensão entre fase e neutro corresponde a 57,73% da tensão de fase. Esse sistema pode ser utilizado sem neutro acessível.

O sistema trifásico possui três tensões defasadas de 120° entre si. Além disso, pode ser composto por 3 ou 6 bobinas, sendo que a vantagem do que tem 6 é que as tensões de trabalho podem ser alteradas e pode ser transformado em bifásico, alterando-se o fechamento das pontas das bobinas. Se as três tensões possuem a mesma amplitude o gerador está balanceado.

A maior parte da energia elétrica distribuída pelo mundo é feita através do sistema trifásico, visto que ele oferece uma série de vantagens em relação aos demais. Algumas delas são:

  • Corrente de linha menor, permitindo uso de condutores de menor diâmetro na instalação (carga);
  • Gerador trifásico permite alteração de tensão através de configuração das bobinas;
  • Componentes trifásicos possuem menores dimensões construtivas se comparados a sistemas monofásicos de potência equivalente;
  • Permite alimentar cargas monofásicas.

Escolhendo o Gerador ideal

Uma vez que se define a tensão de trabalho que será necessária, é preciso calcular a potência consumida pela instalação (carga) para realizar o dimensionamento correto do alternador do grupo gerador. Os sistemas de fornecimento de energia podem ser definidos de acordo com o sistema fornecido pela concessionária de energia ou de acordo com uma carga (equipamento) específico.

Seja qual for o seu negócio ou a sua necessidade, saiba que a YANMAR, grande parceira do SINDILEQ-MG, tem o gerador ideal que atende suas demandas, com tecnologia japonesa inovadora para que você nunca fique na mão, além de uma equipe de pós-vendas sempre à disposição!

Conheça os modelos e encontre um revendedor da sua região.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TABELA DE VALORES DE REFERÊNCIA DE LOCAÇÃO COM CORREÇÕES PONTUAIShttps://sindileq.org.br/wp-content/uploads/2020/12/SUGESTAO-DE-PRECOS-BASE-DEZ2020.pdf