Escavadeiras hidráulicas – A unanimidade dos canteiros de obra

Escavadeiras hidráulicas – A unanimidade dos canteiros de obra

As escavadeiras são equipamentos que foram fundamentais para a transformação dos processos construtivos contemporâneos. Elas surgiram há quarenta anos e foram projetadas para cavar com força, compactar material – normalmente terra – ou levantar cargas pesadas, como uma caixa de esgoto, fazendo muito mais além de escavar e carregar.

Com a evolução das máquinas e da tecnologia, os modelos hidráulicos podem pesar até 80 toneladas e tornam-se especialmente úteis em áreas mais restritas, podendo trabalhar tanto na construção de estradas e em dutos de mineração, como na escavação de rochas que contenham diamantes e ouro.

No mercado de construção, o uso de escavadeiras hidráulicas decorre do fato de elas terem funções simultâneas de escavação e carregamento do material em um veículo de transporte, como caminhão ou trem. São amplamente utilizadas nas obras de construção pesada, desde hidrelétricas e barragens até rodovias. As máquinas menores dessa linha são apropriadas para realizar a fundação de edifícios nas cidades.

CONCORRÊNCIA ACIRRADA

A Volvo Construction Equipment possui dois modelos de escavadeiras na faixa de 20 toneladas muito semelhantes em suas especificações e que já são fabricados no Brasil há três anos. Devido ao grande nicho de mercado desse tipo de equipamento para atender à demanda atual do país, a empresa investiu 10 milhões de dólares na nacionalização do produto. Os modelos EC210b Prime e EC210b LC Prime apenas diferem nas dimensões para transporte (comprimento x largura x altura).

Seguindo a mesma tendência, a Doosan inaugurou a sua primeira fábrica no Brasil no distrito industrial de São Jerônimo, próximo à cidade de Americana, interior de São Paulo. Entre os equipamentos que vão ser fabricados lá, estão as escavadeiras hidráulicas. Dos modelos com peso médio de 20 toneladas, o destaque da fabricante sul-coreana é o DX225LCA, que se diferencia dos outros pelo sistema hidráulico: com e-EPOS (sistema eletrônico de otimização de potência) que possui dois modos de pressão, com 324 bar (modo normal) e 343 bar (modo potência), com vazão máxima de 2 x 206,5 litros por minuto.

A grande concorrente coreana direta da Doosan, a Hyundai, possui dois modelos semelhantes de escavadeiras hidráulicas com alguns diferenciais técnicos. O modelo R220LC-9S trata-se de uma escavadeira montada sobre esteiras com sapatas de 700 milímetros, lança monobloco de 5.680 milímetros, braço de 2.400 milímetros e caçamba retro com dentes de 1,2 metro cúbico de capacidade SAE, com força de desagregação de 13.600 kgf e de escavação de 12.200 kgf. Já o R220LC-9S R possui esteiras com sapatas maiores de 800 milímetros, e braço bem maior, de 6.300 milímetros. A caçamba retro com dentes tem 0,52 metro cúbico de capacidade SAE e força de desagregação de 7.400 kgf e de escavação de 5.000 kgf.

Representante da bandeira britânica, a JCB quer manter o posto de uma das líderes no mercado brasileiro, e seu modelo JS200LC prioriza ergonomia, longevidade e principalmente capacidade produtiva. De acordo com a fabricante, a escavadeira possui um sistema hidráulico regenerativo e sensível à carga, os ciclos de trabalho são mais rápidos e ela apresenta um grande diferencial na velocidade de carregamento e na força na caçamba.

No quesito força de escavação, a disputa é bem acirrada entre as escavadeiras hidráulicas de 20 toneladas. De acordo com dados apurados entre as diversas fichas técnicas, o E215b Mass Excavator, da New Holland, ocupa o primeiro lugar, com 155,4 kN,; em segundo lugar, com diferença mínima em relação ao primeiro, vem o modelo JS200LC, da JCB, com 154,9 kN; em terceiro lugar no pódio está o da LinkBelt 210 x 2, com 152 kN.

Quando o assunto é economia com produção, a Case Construction apresenta em seu maquinário, o modelo de 20 toneladas CX220B, com 170 hp de potência. Segundo a fabricante, essa linha de escavadeiras hidráulicas tem um significativo destaque na eficiência operacional e na economia de combustível. Equipadas com um sistema hidráulico avançado, essas máquinas proporcionam a melhor relação entre potência e velocidade, aliada à robustez do motor, que garante resposta imediata e flexibilidade.

A Caterpillar conta com a popularidade da escavadeira hidráulica 320DL. O motor do equipamento vem com a tecnologia ACERT™, que trabalha no ponto de combustão para otimizar o desempenho dele e fornecer baixas emissões de escape para atender aos regulamentos sobre emissões. A máquina também possui caçambas com acionamento para serviço pesado, martelos, garras de caçamba, multiprocessadores, pinças, tesouras, pulverizadores, escarificadores e ferramentas de penetração no solo para manipular entulho e outros materiais de formatos irregulares.

FORÇA DO ORIENTE

Assumindo o comando da linha de frente dos equipamentos provenientes dos países asiáticos, a Komatsu mantém qualidade em tecnologia embarcada com o modelo PC200-8, resultante do equilíbrio entre força, produtividade, resistência e agilidade de escavação. A novidade da marca para esse modelo fica por conta do recente motor SAA6D107E-1 (ecot3). Segundo a fabricante japonesa, ele reduz significativamente a emissão dos níveis de NOx graças à incorporação do sistema de injeção em múltiplos estágios controlado eletronicamente e que é do tipo “common rail”, em alta pressão, para aumentar a longevidade do motor.

Desde que chegou ao Brasil, em 2007, o grupo Sany vem impondo respeito como representante chinês, fornecendo uma linha diversificada de equipamentos. No segmento de escavadeiras hidráulicas, o modelo SY215, de 20 toneladas, é recomendado pela empresa para trabalhos de terraplenagem e possui alto desempenho em ambientes mais severos.

Com potencial nominal de 153 hp quando opera a 2.000 rotações por minuto, a máquina conta com sistema de diagnóstico de falhas, caçamba de 1,2 metro cúbico, esteira de 700 milímetros e motor Mitsubishi eletrônico (Tier III). Possui ainda mecanismo de giro de alto torque, promovendo o início imediato do giro e reduzindo o arrasto durante a operação.

Despontando com a mesma intensidade no mercado, a Sunward, que diz ter atualmente 25% de participação no mercado de equipamentos na China, fornece o modelo SWE230LC, de 23 toneladas. Além de seguir todas as especificações do mercado nacional, os destaques dessa máquina são as suas várias funções de proteção: freio de viagem, balanço e trava de viagem, aquecedor de descarga de balanço, versatilidade no modo de operação, controle por feedback da bomba principal durante descarga, tratamento de alerta de sobrecarga durante o içamento e monitoramento de análise para falhas de funcionamento.

Fonte: Portal dos Equipamentos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BASE SETEMBRO/2020 - VALORES DE REFERÊNCIA PARA LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOShttps://sindileq.org.br/wp-content/uploads/2020/09/SUGESTAO-DE-PRECOS-BASE-SET2020.pdf