Como identificar problemas no maquinário mais rápido

O cuidado dos processos produtivos por meio da gestão e manutenção eficiente de máquinas e equipamentos são o centro do bom funcionamento das empresas. Portanto, identificar problemas no maquinário de maneira ágil é fundamental para a saúde da empresa.

A constante busca por ganho de produtividade e redução de custos é um alvo comum entre empresas dos mais variados setores. Por isso, é muito importante garantir o bom desempenho dos maquinários para que os ciclos produtivos sejam comprometidos.

As máquinas não têm vida útil ilimitadas, então desgastes e falhas são totalmente previsíveis. Danos nos equipamentos, mesmo que parcialmente ou de maneira momentânea, pode impactar negativamente os resultados do negócio e interromper a entrada de caixa, e assim causando prejuízos.

Separamos 5 dicas que vão auxiliar na identificação rápida nos problemas com as máquinas:

1- CUIDADO COM AS FALHAS DE FABRICAÇÃO

Erros de fabricação e problemas como trincas, falhas de funcionamento, empeno e folgas podem ser comuns. Para evitar problemas futuros, é necessário que o gestor ou o chefe da área se atente para esse item.

Análises minuciosas na estrutura da máquina, além de testes de performance, são muito importantes. Garanta também que o seu fornecedor ofereça suporte necessário e certifique a qualidade do produto por meio da oferta de garantias específicas contra defeitos de fabricação.

2- APOSTE NA CAPACITAÇÃO TÉCNICA DOS COLABORADORES

Mesmo que todas dicas apresentadas sejam aplicadas com perfeição, se as pessoas que trabalham diariamente no processo não estiverem devidamente capacitadas, os erros podem ser manter elevados.

Adote estratégia de investimento constante em atualizações e treinamentos. Pois essas aplicações podem reduzir perdas e vantagens competitivas para a sua empresa.

3- PROCURE POR ERROS NO PROJETO OU ESPECIFICAÇÕES

Elaboração e análise do projeto ou especificações adotadas ajudam a prever problemas futuros. Observar erros em etapas como dimensionamentos incorretos e mal estruturados evita problemas no maquinário, como corrosão, trincas, desgastes e outros que afetam a qualidade do produto ou serviço prestado pela empresa.

4- REDUZA MANUTENÇÕES CORRETIVAS

Como o nome indica, manutenção corretivas são procedimentos adotados para recuperar, corrigir e restaurar a capacidade produtiva de máquinas que apresentam falhas de funcionamento. Quer dizer, uma reação a erros operacionais e outros problemas de maquinários.

Acontece que esses procedimentos podem ter um elevado custo e podem gerar grandes transtornos para empresas, sendo assim, devem ser minimizados com auxílio de manutenção preventiva.

5- ADOTE UMA POLÍTICA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA

É muito importante destacar a relevância de uma rigorosa atividade de monitoramento periódico. Adotar essa medida na sua empresa permite detectar antecipadamente problemas nos maquinários, assim obtendo benefícios como redução de custos e prolongamento da vida útil dos maquinários.

Ao prevenir falhas de operação, evita-se perdas precoces das funções dos equipamentos. O reflexo disso é o ganho de produtividade e rendimento, pois é garantido a plena capacidade das máquinas, assim obtém boas condições de serviço e aumento da confiança na execução do trabalho.

Para saber mais sobre assuntos semelhantes a esse fiquem de olhos nas nossas redes sociais:

Instagram: @sindileqmg

Facebook: Sindileq-MG

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TABELA DE VALORES DE REFERÊNCIA DE LOCAÇÃO COM CORREÇÕES PONTUAIShttps://sindileq.org.br/wp-content/uploads/2020/12/SUGESTAO-DE-PRECOS-BASE-DEZ2020.pdf