Calibração de equipamentos topográficos gera eficiência em campo

Calibração de equipamentos topográficos gera eficiência em campo

calibração de equipamentos topográficos é necessária para garantir a confiabilidade e a rastreabilidade das medições em obras de terraplenagem, construção, edificações e infraestrutura. A medida possibilita a conformidade de uso desses equipamentos com suas respectivas normas, estabelecendo uma relação correta entre o valor indicado no instrumento e o levantamento topográfico.

Embora os equipamentos de topografia tenham passado por uma nítida evolução tecnológicanos últimos anos, atingindo resultados de maneira mais rápida e precisa, os usuários devem averiguar a necessidade de retificação antes de iniciar o trabalho, para comprovar se o funcionamento está correto. Caso contrário, os resultados podem ser prejudicados e imprecisos, comprometendo a qualidade dos dados levantados em campo.

calibragem-de-equipamento-topografico

A estação total é um equipamento topográfico para medir ângulos verticais, horizontais e distâncias lineares
(Divulgação/ JSS Topografia)

CALIBRAÇÃO DE ESTAÇÃO TOTAL

De acordo com Jaime Silva, diretor da JSS Topografia, os principais instrumentos utilizados nesses trabalhos são aparelhos eletrônicos como a estação total, que faz medições de ângulos verticais, horizontais e distâncias lineares. Ela é posicionada num local livre de obstáculos e a mira é feita até o prisma, que fica instalado sobre uma espécie de vara metálica e colocado sobre o ponto onde se quer medir. A estação total emite um laser que reflete no prisma e retorna para o instrumento, por isso precisa estar bem calibrada e com total precisão.

As aferições devem ser feitas em laboratórios especializados, nas empresas de manutenção e assistência técnica

Jaime Silva

Outros instrumentos utilizados em topografia são de nível eletrônico ou mecânico, geralmente direcionados em obras nas quais é necessário fazer nivelamentos e determinar pontos de cotas, bastões onde são colocados os prismas e miras graduadas para uso com o nível mecânico e miras com código de barras para níveis eletrônicos.

“Também são utilizados equipamentos como GPS para implantação de coordenadas UTM”, explica Silva. De acordo com ele, a calibração é feita através de testes no software que cada um possui internamente, aferindo o laser, ângulos e eixo central, no caso das estações totais. “As aferições devem ser feitas em laboratórios especializados, nas empresas de manutenção e assistência técnica”, reforça.

CONDIÇÕES DE USO

A competência dos laboratórios de ensaios e calibração é normatizada pelos requisitos gerais da NBR ISO/ IEC 17025, de 2005. Jaime Silva também destaca algumas práticas essenciais para a manutenção e calibração dos equipamentos de topografia. “Nas obras, é normal que os equipamentos fiquem expostos ao acúmulo de poeira e às intempéries climáticas, mas, embora sejam a prova d’água, não convém deixá-los suscetíveis a grande acúmulo de água ou chuva. Eles devem estar sempre limpos e, após a calibração, precisam estar em boas condições de uso”, diz.

A calibração é responsabilidade do usuário do equipamento, que deve determinar o prazo correto para sua realização

Iara Alves Martins de Souza

Iara Alves Martins de Souza, professora da Unifei em Itabira (MG), avalia que a calibração instrumental é relevante para uma empresa de topografia prestar um serviço de qualidade. “A calibração é responsabilidade do usuário do equipamento, que deve determinar o prazo correto para sua realização”, diz. Contudo, ela lembra que essa verificação pode ser pré-determinada pelo fabricante do equipamento, por exigências normativas, histórico de uso, experiências passadas por outros usuários e laboratórios de calibração ou mesmo motivada pela desconfiança relacionada aos valores aferidos pelo instrumento.

Ainda segundo a professora, o envelhecimento de alguns componentes, o estresse mecânico sobre os equipamentos e as mudanças de temperatura podem comprometer suas funções, com o passar do tempo. Isso também pode ser evitado se for realizado o procedimento de calibração. “A maioria dos instrumentos de precisão é frágil, precisa de cuidados para ser transportado e manipulado. Outras situações que exigem calibragem são posteriores a longos períodos de trabalho e armazenagem, ou em casos de ocorrência de choque mecânico”, complementa.

REQUISITOS

De acordo com a professora Iara Alves, alguns requisitos devem ser levados em conta para a calibração de instrumentos topográficos:

  • Antes da utilização do equipamento, é preciso verificar se houve tempo suficiente de adaptação à temperatura ambiente.
  • O tempo de aclimatação é de 20 minutos, entre temperatura de armazenamento e de trabalho.
  • As aferições devem ser feitas de manhã e à tarde, com boas condições atmosféricas, como sol e calor tolerável.
  • O instrumento, o tripé e a base devem estar firmes.

Fonte: Portal dos Equipamentos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BASE SETEMBRO/2020 - VALORES DE REFERÊNCIA PARA LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOShttps://sindileq.org.br/wp-content/uploads/2020/09/SUGESTAO-DE-PRECOS-BASE-SET2020.pdf